Táticas para matar as “desculpas” para não treinar Beach Tennis

Galera, tudo tranquilo por aí?

São muitos os problemas que a gente tem. Correria do dia a dia, trabalho até tarde, cuidar dos filhos, imprevistos que caem na nossa cabeça de última hora e afins.

Eu sei, acho que cada um vai ter os seus. Mas, se você gosta mesmo de jogar Beach Tennis, acho que fica frustrado quando perde um treino ou jogo usando estas “desculpas verdadeiras” como motivo, acertei?

O Beach é aquele horário pra gente relaxar, se divertir e esquecer destes mesmos problemas que teimam em fazer a gente desistir. Faz sentido, então, deixar de treinar?

Neste post queria te mostrar algumas táticas pra você evitar perder treinos. Se você tiver as suas próprias, não deixe de escrever nos comentários!

Já passei por fases como essas

Dependendo da idade, as dores e problemas relacionados são a desculpa ideal para não ir treinar.

Eu mesmo passei por uma fase que quase tinha que me arrastar para ir dar aula por dores e então treinar era um suplício.

Mas graças a Deus estou melhor.  Nesse período difícil, acabei desenvolvendo algumas táticas para não deixar de ir treinar ou jogar Beach Tennis.

Táticas para deixar as “desculpas” de lado

A primeira e talvez a mais importante é fazer uma avaliação real da sua situação.

Tá fogo no trabalho? Em casa está difícil?  Estou morrendo de dor? Não tenho condições financeiras para treinar?

Baseado nesses fatores, decidir o que fazer. Ir para casa ou vencer tudo isso e ir jogar?

Se você tiver morrendo de dor, não é bom treinar. O melhor mesmo é investigar e solucionar o problema antes de agravá-lo.

Mas, colocando lesões e dores à parte…

Você não é preguiçoso, mas às vezes tem preguiça

Você consegue ser sincero consigo mesmo e identificar quando tem preguiça de fazer algo? Quando isso acontece comigo, eu penso no meu objetivo maior: quero melhorar meu Beach Tennis todos os dias.

O seu pode ser outro (como por exemplo se divertir e relaxar depois do trabalho), mas o raciocínio é o mesmo: qual o custo de deixar a preguiça vencer? Como vou me sentir mais tarde, quando já tiver desistido de ir jogar?

Se a resposta for “vou me sentir um banana ou mais estressado”, o melhor é nem pensar mais no assunto: pegue o carro (ou bike, transporte público, o que for) e vá direto pra quadra.

Uma forma criativa de lidar com essa situação é gravar uma mensagem no celular, pra você mesmo! Grave um vídeo curto logo depois de um treino ou partida de Beach, descrevendo como se sente.

Quando bater a preguiça, basta assistir ao vídeo! Certeza que vai ser um belo incentivo!

Outra coisa que pode funcionar é tirar fotos depois dos jogos com a galera. Quando bater a preguiça, reveja as fotos e tente se imaginar tendo aquele prazer de jogar com os amigos.

O trabalho quase sempre é uma das “desculpas verdadeiras” de quem falta aos treinos de Beach

Tem vezes que não tem como: o chefe pediu hoje às 6 da tarde algo pra amanhã de manhã.

Mas imagino que esta seja mais exceção do que regra.

O cansaço depois daquele longo dia de reuniões bate forte e tudo que você “quer” é ir pra casa.

Se for este o caso, o melhor é ir direto pra quadra. Não passe em casa antes, pois o monstro da preguiça vai te arrastar pro sofá.

Não pare em outro lugar antes de chegar na quadra. Acredite: mesmo que você não sendo preguiçoso em geral, a preguiça muitas vezes é mais forte.

Muitas vezes a gente trabalha muitas horas porque enrola demais. Fica lendo e-mails desnecessários, olhando pra aquele site de notícias…  No dia do treino de Beach, não faça isso perto do seu horário de saída. Se sentar na cadeira, a preguiça vai bater.

Uma coisa que muitas vezes funciona é convencer alguém do trabalho a começar a treinar também! Assim um incentiva o outro.

Outra tática é marcar o treino cedinho, antes do trabalho. Daí você já chega lá com energia pra começar o dia!

“Estou com a cabeça cheia”

Todo mundo tem problemas e às vezes parece que todos resolveram acontecer ao mesmo tempo.

Mas, pensando racionalmente, jogar uma partida ou treinar Beach Tennis só vai ajudar. Você vai ficar mais relaxado, menos estressado e talvez mais preparado para encará-los de frente no dia seguinte.

Se preocupar mais não vai fazer seus problemas sumirem.

O problema é que quando parecemos estar afundados neles, não pensamos mais racionalmente. Parece que faz mais sentido ficar se preocupando do que arrumar algo pra espairecer.

Tem uma coisa que pode ajudar demais a centrar seu foco: um pouquinho de meditação.

Não precisa ser nada avançado. Se conseguir, fique em um lugar mais silencioso e não muito claro. Feche os olhos por alguns poucos minutos e tente pensar em “nada”.

Sim, a ideia é manter a mente vazia. É muito difícil no começo, mas quando você começa a controlar, parece mágica. Parece que deram um Ctrl + Alt + Del em sua cabeça!

Se fizer isso antes do horário de ir pro treino ou jogo de Beach, melhor ainda, pois as chances de desistirem caem muito.

Lesões ou incômodos podem fazer você perder treinos

Voltando ao meu caso, estava difícil treinar: sofro de artrose e estava difícil andar, imagine treinar.

Doía o quadril direito e joelho esquerdo.  Fiz de tudo e tive que parar de treinar tênis, mas não deixei o Beach.

Diminui o ritmo de treino, mudei algumas coisas e também minha atitude. Não tinha que estar treinando para ser o “number 1” e nem jogando torneios.

Estou sem dor há algumas semanas, sem ter que fazer operação nenhuma.  Estou muito feliz e principalmente agradecido, pois agora depois de 3 anos, posso pensar em começar a treinar mais.

Já treino com meus alunos e isso gera uma satisfação enorme, estou “trabalhando “no que adoro que é jogar e treinar Beach Tennis.

A mensagem que queria deixar nesta tema, então, é: avalie se você não está treinando demais ou incorretamente, caso esteja sentindo incômodos ou dores.

Se apenas “deixar rolar”, aquilo vai se acumular e provavelmente você vai ter que parar de fazer algo que gosta!

“Tá muito frio”

Substitua o “frio” por “calor”, “seco”, “úmido” ou muitas outras condições climáticas. Quando queremos, qualquer desvio do “normal” é uma desculpa pra pensarmos em não ir.

Já escrevi aqui falando sobre táticas pra driblar o frio e ir jogar Beach!

E tenho certeza que pras outras situações existem saídas pra você não perder seu prazeroso treino / jogo.

Fora que, se realmente as condições climáticas não deixarem o jogo rolar, você pode praticar no paredão. Veja este vídeo que montei mostrando como treinar os golpes no paredão.

Concluindo

Eu amo jogar Beach Tennis e me sinto muito mal quando deixo de ir a uma partida ou treino. Por isso fico imaginando um monte de maneiras de “enganar” minhas preguiças ou “desculpas verdadeiras” e ir jogar sempre!

Espero que tenham gostado. Te vejo nos próximos posts ou nas quadras!

Beto

Ps. Se tiver interesse em treinar comigo aqui em São Paulo, é só entrar em contato comigo. Veja como aqui.

Compartilhe!

Deixe uma resposta